No mês da Consciência Negra Djamila Ribeiro lança, em sua plataforma, o curso inédito de Letramento Racial

No mês da Consciência Negra, a filósofa e autora Djamila Ribeiro lançou o curso inédito de letramento racial que é ministrado por ela em sua plataforma, a Feminismos Plurais, maior streaming de educação antirracistas e feminista do Brasil. O lançamento ocorreu no sábado, dia 20 de novembro, e o curso está disponível na plataforma, que oferece assinatura mensal com valor acessível de R$ R$ 19,90.

Racismo interpessoal, racismo estrutural, racismo institucional, discriminação, discriminação racial, preconceito racial, privilégios são algumas das relevantes temáticas abordadas neste curso, que pretende desconstruir comportamentos que reforçam o racismo nas nossas relações sociais.

O 12º curso da Plataforma Feminismos propõe um mergulho sobre a compreensão do racismo como uma ideologia que sustenta um sistema de opressão responsável por humilhações, discriminações, violências físicas e simbólicas e distribuição de privilégios. É visto como o resultado de uma interação complexa de crenças individuais, valores e ideologias compartilhadas e práticas institucionais engessadas. “É importante vermos como somos ensinados a ser racista e buscar ferramentas para aprender a descontruir essas ações e também entender que a educação antirracista precisa ser contínua”, afirma a filósofa e autora Djamila Ribeiro.

Sobre a Feminismos Plurais:

A Feminismos Plurais, maior streaming de educação antirracistas e feminista do Brasil, tem o objetivo proporcionar letramento racial como um importante instrumento de reeducar, numa perspectiva antirracista e, com isso, fortalecer indivíduos, a sociedade em geral e o mercado corporativo na luta contra o racismo. No portfólio cursos com a temática antirracista, feministas, aulas ao vivo, artigos exclusivos, o podcast Onda Negra, entrevistas, fóruns e programas de mentoria.  O streaming é a iniciativa audiovisual da Coleção Feminismos Plurais que desde 2017 comercializou mais de 300 mil livros, como Lugar de Fala, da própria Djamila, Apropriação Cultural, de Rodney Rodrigues, ; Interseccionalidade, de Carla Akotirene; Apropriação Cultural, de Rodney Rodrigues; entre outras obras.

 

Serviço:

Plataforma: https//feminismosplurais.com.br/cursos/

Valor mensal da assinatura: a partir de R$ 19,90

https://feminismosplurais.com.br/

Instagram.com/feminismosplurais

Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=QYYZDAs1e2k

 

Mais informações para imprensa:

Casé Comunica

www.casecomunica.com.br

Redes Sociais: @casecomunica

Neila Costa – neila@casecomunica.com.br Redes Sociais: @casecomunica

Mariana Marques – mariana@casecomunica.com.br
Fabiana Oliva – fabiana@casecomunica.com.br
Gustavo Costa – imprensa@casecomunica.com.br

Brownie do Luiz e Feminismos Plurais criam rótulo especial para o mês da consciência negra

O Brownie do Luiz e a plataforma Feminismos Plurais trazem uma parceria inédita para o mês de novembro, período contemplado pelo Dia da Consciência Negra, celebrado no dia 20. Com objetivo de incentivar e destacar a importância do acesso a conteúdos que promovem o letramento racial e, consequentemente, educam sobre medidas antirracistas, o veneno da lata ganhará um rótulo especial e que pode ter ainda 30 dias de assinatura na plataforma Feminismos Plurais.

Segundo Luiz Quinderé, fundador do Brownie do Luiz, realizar essa parceria com a plataforma criada pela filósofa Djamila Ribeiro, uma das maiores autoridades dos temas feministas e raciais, foi a forma mais adequada que a marca encontrou para abordar essa discussão tão importante. “Nós buscamos a Feminismos Plurais por ser uma referência de educação na questão racial, acreditamos que será importante apresentar esse conteúdo tanto para os nossos clientes quanto para nossos colaboradores, parceiros e amigos”, finaliza Luiz.

“Ficamos muito felizes com esse convite e esperamos que nossas vozes cheguem a mais pessoas ainda por meio dessa parceria, o nosso objetivo é de formação, letramento racial e isso só pode acontecer de maneira contínua”, afirma Djamila Ribeiro, autora, filósofa e fundadora da Feminismos Plurais.

Para quem quiser comprar o Veneno da Lata Feminismos Plurais já com o acesso de 30 dias à Feminismos Plurais, há um valor promocional de R$ 49,90. E comprando apenas a lata é de R$ 30. Há ainda um cupom de 10% de desconto para todos os pedidos que tenham a lata Feminismos Plurais, para garantir basta utilizar FEMINISMOSPLURAIS no check out do site.

Além da venda da lata, as marcas firmaram um acordo e para ampliar ainda mais o acesso ao conteúdo da plataforma. Com isso, a cada quatro latas vendidas, uma assinatura mensal será sorteada nas redes sociais do Brownie do Luiz. E durante todo o mês de novembro, as redes sociais do Brownie do Luiz receberão conteúdo exclusivo da Feminismos Plurais.

Veneno da Lata Feminismos Plurais

Várias casquinhas de brownie de chocolate em formato de tiras e dentro da lata mais famosa de todas com rótulo especial Feminismos Plurais.

Preços:

Veneno da Lata Feminismos Plurais R$ 30 (200g)

https://browniedoluiz.com.br/produto/brownie-lata-feminismos-plurais/

Veneno da Lata Feminismos Plurais + Assinatura de 30 dias da plataforma Feminismos Plurais R$ 49,90

https://browniedoluiz.com.br/produto/brownie-lata-feminismos-plurais-ass/

Cupom de 10% de descontos no site para pedidos que incluam Veneno da Lata Feminismos Plurais: FEMINISMOSPLURAIS

Sobre o Brownie do Luiz

Em 2005, Luiz Quinderé (aos 15 anos) começou a fazer brownies para vender na escola, com a ajuda de Vânia, na época empregada da família e hoje sócia da marca. Juntos, faziam de 24 a 48 unidades que eram vendidas rapidamente. Após 16 anos, o Brownie do Luiz é uma empresa consolidada, com cinco sócios (incluindo Luiz e Vânia), que possui um portfólio de produtos diversos a partir da receita original. De embalagens personalizadas por artistas parceiros, passando por collabs com empresas sinérgicas, produtos sazonais como Ovos de Páscoa, até os recém-chegados Brownie Zero Açúcar e Cookie de Brownie.

Sobre a Feminismos Plurais

Coordenada por Djamila Ribeiro, a plataforma Feminismos Plurais é um espaço virtual de ensino de temas críticos e fundamentais para a compreensão da sociedade brasileira. Além de diversos cursos, a plataforma oferece acesso às rodas de conversas e cultura, aulões, dicas e artigos exclusivos, com conteúdos criados por renomados professores negros e negras do país.

Serviço:

Plataforma: https//feminismosplurais.com.br/cursos/

Valor mensal da assinatura: a partir de R$ 19,90

https://feminismosplurais.com.br/

Instagram: : https://www.instagram.com/feminismos.plurais/

Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=QYYZDAs1e2k

Mais informações para imprensa:
Casé Comunica
www.casecomunica.com.br
Redes Sociais: @casecomunica
Mariana Marques – mariana@casecomunica.com.br
Fabiana Oliva – fabiana@casecomunica.com.br
Gustavo Costa – imprensa@casecomunica.com.br

A Feminismos Plurais lança curso sobre TRANSFEMINISMO com a professora Letícia Nascimento.

A Plataforma Feminismos Plurais, maior streaming de educação antirracista e feminista do Brasil, lançou, no dia 30 de agosto, a primeira fase e no dia 10 de setembro lançará a segunda fase do curso Transfeminismo, ministrado pela escritora, pedagoga, professora da Universidade Federal do Piauí e mulher travesti Letícia Nascimento.  O streaming oferece uma experiência de imersão on-line com objetivo de proporcionar letramento racial como um importante instrumento de reeducar, numa perspectiva antirracista e, com isso, fortalecer indivíduos, a sociedade em geral e o mercado corporativo na luta contra o racismo.

Transmitido de forma on-line, o curso aborda questões como autonomia corporal, a luta contra o transfeminicídio, o conceito de cisgeneridade, entre outros. A proposta da professora Letícia Nascimento, que publicou recentemente um livro sobre Transfeminismo, uma obra que faz parte da coleção Feminismos Plurais, coordenada pela filósofa e autora Djamila Ribeiro e publicada pela editora Jandaíra, é trazer para o movimento feminista questões e dores que historicamente foram invisibilizados em relação às mulheres trans e travestis e, com isso, propõe abraçar toda essa diversidade.

Atualmente, segundo a Associação Nacional de Travestis e Transexuais (ANTRA), o Brasil é o país que mais mata pessoas trans no mundo e promover uma discussão sobre temas que podem suscitar um olhar mais sensível sobre as fragilidades e abandono desta parcela da população e construir um novo lugar, com espaço para a sororidade, pode ser possível. Pela importância do tema, Tiago Vinícius, coordenador pedagógico da plataforma, o curso da professora Letícia Nascimento colabora com o “avanço na luta das mulheres transexuais e travestis por dignidade, através da educação e da informação. Além disso, o curso representa uma quebra de paradigma importante para a sociedade brasileira, pois, não estamos lidando simplesmente com as estatísticas do transfeminicídio, mas com um curso cuidadosamente desenvolvido por uma intelectual, estudiosa sobre o tema, que também é mulher e travesti e apresenta propostas efetivas para a superação dessa violência e muito mais. Ouvir e aprender com a professora Letícia é uma necessidade de toda sociedade.” Já para a professora Letícia, “a ideia ao abraçar todas as mulheridades e feminilidades que existem, existiram e ainda podem existir, é criar espaço de compartilhamento de bandeiras que fortaleça nossa luta contra o patriarcado e todas as suas manifestações.”

Além da temática Transfeminismo, a Plataforma Feminismos Plurais oferece outros cursos com temas como letramento racial, lugar de fala, intolerância religiosa, discriminação no ambiente de trabalho, discurso de ódio nas redes sociais, aulas ao vivo, artigos exclusivos, podcasts, entrevistas, fóruns e programas de mentoria. O portal é a iniciativa audiovisual da Coleção Feminismos Plurais que desde 2017 comercializou mais de 300 mil livros, como Lugar de Fala, da própria Djamila; Interseccionalidade, de Carla Akotirene; Apropriação Cultural, de Rodney Rodrigues; entre outras obras.
 
Serviço:
Plataforma: https//feminismosplurais.com.br/cursos/
Valor mensal da assinatura: a partir de R$ 19,90
https://feminismosplurais.com.br/
Instagram: : https://www.instagram.com/feminismos.plurais/
Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=QYYZDAs1e2k

Mais informações para imprensa:
Casé Comunica
www.casecomunica.com.br
Redes Sociais: @casecomunica
Neila Costa – neila@casecomunica.com.br

Casé Comunica assume a gestão da comunicação da plataforma Feminismos Plurais

A Casé Comunica, empresa de Relações Públicas com 30 anos de atuação, fundada por Patrícia Casé, assume a gestão da comunicação da plataforma Feminismos Plurais, maior streaming de educação dedicado a conteúdo antirracista do Brasil, criada com propósito de disseminar informação crítica, produzida por pessoas negras.

Idealizada pela filósofa e autora Djamila Ribeiro, a Feminismos Plurais tem o objetivo proporcionar letramento racial como um importante instrumento de reeducar, numa perspectiva antirracista e, com isso, fortalecer indivíduos e o mercado corporativo na luta contra o racismo. Fazem parte do portfólio de serviços e produtos oferecidos pela

plataforma cursos com a temática antirracista, aulas ao vivo, artigos exclusivos, fóruns e programas de mentoria. O portal é a iniciativa audiovisual da Coleção Feminismos Plurais que desde 2017 comercializou mais de 300 mil livros, como Lugar de Fala, da própria Djamila; Interseccionalidade, de Carla Akotirene; Apropriação Cultural, de Rodney Rodrigues; entre outras obras.

Reconhecida internacionalmente como uma das principais vozes no combate ao racismo, Djamila também, por meio da Coleção e da plataforma Feminismos Plurais, dá visibilidade a importantes intelectuais negros e negras que produzem obras e que têm protagonizado a construção de um país livre do racismo.

Além da gestão de comunicação da Feminismos Plurais, que acaba de chegar ao time da Casé Comunica e será atendida por Neila Costa, a Casé Fala, agência de conteúdo e curadoria de palestras, comandada por Patrícia Casé e Fabiana Oliva, que já fazia todo o gerenciamento de carreira da Djamila Ribeiro e agora passa a atuar também como gestora comercial da filósofa.

Alguns cursos oferecidos na Feminismos Plurais:

  • Racismo Recreativo, por Adilson Moreira.
  • Lugar de Fala, por Djamila Ribeiro.
  • Encarceramento em Massa, por Juliana Borges.
  • Intolerância Religiosa, por Sidnei Nogueira.
  • Letramento Racial e Conhecimentos Antirracistas, por Thiago Teixeira.
  • Transfeminismo, por Letícia Nascimento.
  • Violência Doméstica, por Thayná Yaredy.
  • Discriminação no ambiente de trabalho, por Bruna Marcondes.
  • Discurso de ódio nas redes sociais, por Luiz Valério Trindade.

Serviço:
Plataforma: https//feminismosplurais.com.br/cursos/
Valor mensal da assinatura: a partir de R$ 19,90
https://feminismosplurais.com.br/
Instagram.com/feminismosplurais
Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=QYYZDAs1e2k
 
Mais informações para imprensa:
Casé Comunica
www.casecomunica.com.br
Redes Sociais: @casecomunica
Neila Costa – neila@casecomunica.com.br