Alana Leguth e HERvolution são indicados ao WME Awards 2021

Na quinta edição do WME Awards by Music2!, primeira premiação brasileira dedicada às mulheres da indústria musical, Alana Leguth e sua criação o HERvolution são indicados e concorrem nas categorias Profissional do Ano e Inovação na Web, respectivamente.

Alana Leguth é empreendedora, sócia-diretora da KondZilla Filmes e idealizadora do HERvolution, um projeto homônimo com várias faces e um único objetivo: pensar na pluralidade da mulher brasileira, buscar histórias inspiradoras que expressam a cultura periférica, os dilemas atuais do cotidiano feminino e dar mais espaço para mostrar o quanto os ritmos urbanos podem ser dominados por profissionais femininas.

HERvolution foi criado por Alana em Junho de 2020, mas foi em janeiro de 2021 que teve seu start com o primeiro videoclipe lançado, cuja música leva o mesmo nome do projeto. Em 11 de maio, HERvolution entra para a grade fixa semanal na RedeTV!, colocando o universo feminino como protagonista de histórias.

Dentro do programa HERvolution aconteceu o concurso para encontrar produtoras musicais de funk e revelar novos talentos, premiando Skye como grande a campeã da competição. Além de tudo isso, o HERvolution tem uma forte presença nas redes sociais com pautas importantes de empoderamento feminino, música urbana, informações e variedades.

De acordo com Alana Leguth essas indicações são especiais e importantes para continuar todo o trabalho que vem realizando com o HERvolution. “É gratificante perceber que o HERvolution teve um impacto tão significativo. A indicação é mais um sinal verde de que não podemos desistir do que acreditamos”, afirma a empresária. E ela complementa que está muito feliz em ser indica ao lado de mulheres tão incríveis e ressalta como a equipe fez toda a diferença no projeto.

Mais informações para imprensa – KondZilla
Casé Comunica
www.casecomunica.com.br
Redes Sociais: @casecomunica
nadja@casecomunica.com.br
fabiana@casecomunica.com.br
mariana@casecomunica.com.br

‘HERvolution’ chega à segunda temporada na RedeTV! com novos quadros

A segunda temporada de ‘HERvolution’, programa semanal de variedades que coloca o universo feminino como protagonista de histórias, já estreou na RedeTV! e vem apresentando seus novos quadros. O programa é exibido toda terça-feira a partir das 22h30 e a cada episódio adicionará uma nova temática à sua grade de produção. ‘HERvolution’ é uma das faces do projeto homônimo idealizado por Alana Leguth, sócia-diretora da KondZilla Filmes.

Entre os novos quadros, HERvolution trará ‘Me ajuda, Trans!’, com a participação da MC Trans que vai receber minas com problemas de imagem, inserção e ascensão no mercado de trabalho. O ‘Sem Filtro’ com a repórter Gabi Bulhões, onde convidadas famosas responderão perguntas peculiares ou arriscarão tomar um shot de bebida.

Já o quadro ‘Game Delas’, tem patrocínio da Vivo, e contará com uma convidada gamer para um papo, enquanto joga, com a apresentadora Mila. No mesmo mood de jogos, no quadro ‘Toca Disco’, Mila receberá duas artistas para um game musical.

Alana Leguth explica que a segunda temporada continua colocando o universo feminino como protagonista, mas de uma forma mais leve e descontraída do que a primeira temporada. “Queremos informar e entreter as pessoas sobre essa temática tão importante, nosso foco é em agregar o debate acerca do protagonismo da mulher”, esclarece à empresária.

Pensando nisso, os quadros já existentes como o ‘Lugar de Mulher É’, ‘Na Boca do Povo’ e ‘S.O.S HERvolution’, também seguirão essa abordagem mais descontraída. Sempre com linguagem moderna e conectada, o ‘HERvolution’ destaca o universo feminino através de temas como empoderamento, diversidade, inclusão e igualdade.

“O objetivo com HERvolution é pensar na pluralidade da mulher brasileira, o programa busca histórias inspiradoras que expressam a cultura periférica e os dilemas atuais do cotidiano feminino, entre eles debates sobre temas identitários, o machismo e o assédio em diversos ambientes”, finaliza Alana Leguth.

HERvolution é exibido na RedeTV! a partir das 22h30, toda terça-feira. Após a exibição inédita, os vídeos ficam disponíveis também no canal Kondzilla no Youtube.

Mais informações para imprensa – KondZilla
Casé Comunica
www.casecomunica.com.br
Redes Sociais: @casecomunica
nadja@casecomunica.com.br
fabiana@casecomunica.com.br
mariana@casecomunica.com.br

KondZilla lança primeira coleção de relógios

A KondZilla acaba de lançar sua primeira coleção de relógios com 29 modelos diferentes em parceria com a Mondaine, uma das marcas de relógio mais conhecidas do Brasil. Segundo Alana Leguth, sócia-fundadora da KondZilla, as peças foram criadas para representar a cultura jovem de quebrada que é embalada pelo funk. “Somos um dos ritmos musicais mais buscados na atualidade e a cultura Funk está ganhando não só os views na internet, mas as vitrines de moda e agora desse tipo de joia”, explica.

Os 29 relógios levam a marca KondZilla e seguem a estética de um dos lifestyle mais consumidos do Brasil. “Alguns modelos são mais chamativos com design imponente e ostensivo, característica da arte que se manifesta na vestimenta do street wear de quebrada. Outros trazem já detalhes artísticos mais sutis, para quem prefere manter um visual mais discreto no dia a dia, no trabalho, por exemplo”, afirma Alana. A coleção já possui 21 modelos disponíveis para compra no site da Mondaine e o restante estará disponível até outubro, com valores a partir de R$ 319.

Alana conta que o processo criativo contemplou uma imersão para que cada relógio desenvolvido contasse uma história, garantindo estilo e informação. O relógio KondZilla Arte de Rua Conceitual, por exemplo, foi inspirado nas quebradas. “Ele é todo preto, tem pulseira em aço, mostrador com o visual de tijolos com índices iluminados e o logo da KondZilla estampado. Já o KondZilla Comemorativo, traz o logo especial de 10 anos da KondZilla nas costas do relógio e a famosa logo KondZilla em 3D no centro do mostrador, tem sistema analógico, folheação dourada e pulseira em aço. E claro que não poderia faltar uma peça feminina ostensiva, como é o KondZilla Ostentação com Brilho, que tem mostrador em madrepérola, pulseira em aço folheada dourada, e o destaque fica por conta das pedras brilhosas em formato de cifrão que se mexem no visor de acordo com o movimento do seu pulso”, detalha Alana.

A novidade veio da área de Licenciamento de Marcas que faz parte da holding KondZilla. Para mais informações e ver a coleção completa acesse https://www.mondaine.com.br/kondzilla.

Sobre KondZilla
Kondzilla completa 10 anos em 2021 mantendo conexões sólidas com os principais agentes da mídia dos nossos tempos como Facebook, Spotify e TikTok. KondZilla atua em quatro frentes. A KondZilla Filmes cuida da concepção e realização de clipes e de produtos de ficção: criou a série “Sintonia”, a mais assistida do Brasil em 2019 na Netflix. Há ainda a KondZilla Records – co-fundada por Marcelo Portuga – que além de agenciar os maiores artistas de funk do Brasil, como Kevinho, MC Kekel, Lexa, MC Fioti e Jottapê, também produz o KondZilla Festival e o Bloco do KondZilla. Já o licenciamento responde por produtos como capinha de celular, bonés e material escolar. E o Portal KondZilla abastece a favela de informação e diversão. A missão é uma só: produzir conteúdos de qualidade e entregar a mensagem de maneira orgânica e emocionante.

Mais informações para imprensa – KondZilla
Casé Comunica
www.casecomunica.com.br
Redes Sociais: @casecomunica
nadja@casecomunica.com.br
fabiana@casecomunica.com.br
mariana@casecomunica.com.br

HERvolution da KondZilla revelou talentos femininos do funk

Idealizado por Alana Leguth, sócia-fundadora da KondZilla Filmes, a plataforma HERvolution estreou como um concurso para trazer talentos femininos para a produção musical do funk. Pesquisa realizada pela União Brasileira de Compositores (UBC) demonstrou que 79% das mulheres que atuam na música são discriminadas. E ainda, de acordo com dados da ONG WIM (Women in Music), apenas 30% do setor musical no mundo é composto por mulheres. Nos palcos, as mulheres ainda conseguem ocupar espaços de grande relevância, porém enfrentam enormes barreiras nos bastidores.

Foi neste cenário que Alana Leguth se pautou para criar o projeto HERvolution. “Nossa ideia é ter letra escrita por mulher, o arranjo e a produção feito por elas e, claro, cantada por uma mulher, seja ela do funk, do trap ou do rap”, explica Alana. Na primeira etapa foram apresentados lançamentos com músicas e videoclipes produzidos pela produtora KondZilla com artistas da casa. Depois, HERvolution estreou como um programa televisivo semanal de variedades, na RedeTV!, em que todo o universo feminino é protagonista de histórias, desafios e debates – sendo uma das faces do projeto homônimo idealizado por Alana.

Dentro do programa HERvolution aconteceu o concurso para encontrar produtoras musicais de funk e revelar novos talentos. Cinco candidatas, que enviaram seus materiais através das redes sociais da KondZilla, foram as selecionadas a participar do concurso. As juradas foram Miria Alves, empreendedora musical com 10 anos de carreira e uma referência no hip hop brasileiro, Dani Russo, cantora de funk, e Apuke, beatmaker e produtora musical com 12 anos de estrada.

As candidatas foram: Sistah Mari, DJ Brum, Brazook, Skye e Luísa. Na primeira prova elas tiveram uma hora para produzir um beat autoral com base de funk, após avaliação das juradas a eliminada foi a Sistah Mari. Já na segunda prova, as participantes sortearam um ritmo que elas deveriam mesclar com o funk e todas tiveram meia hora para produzir um beat, dessa vez Brazook teve que se despedir. Na semifinal as três participantes tiveram que produzir um beat de funk mandelão e a candidata Luísa não apresentou bom rendimento.

A grande final foi entre a DJ Brum e Skye, cada uma teve uma hora para criar um projeto de beat para uma composição autoral da cantora Fanieh. Elas deveriam criar melodia e beat da música. E a revelação da ganhadora foi anunciada apenas no palco do programa pela Mila, cantora e apresentadora do HERvolution. Skye foi a grande campeã e fará a produção musical da nova música da Mila, que também contará com um clipe. Ambas com produção da KondZilla e lançadas no canal KondZilla – o maior canal de funk do mundo e o primeiro maior do Youtube no Brasil e América Latina.

Alana explica que quer dar mais visibilidade para as ‘minas’ que estão dominando este estilo de música, valorizar aquelas que trabalham no mercado musical e não são reconhecidas ou não tem sua profissão divulgada. “Realizar esse concurso e em um canal de televisão aberta é mostrar a potência feminina não só com talentos novos, mas com profissionais do audiovisual que estão conquistando um espaço imenso, antes, dominado por homens”, finaliza Leguth.

Sobre a KondZilla

A KondZilla é uma holding de empresas, todas sob o comando de Konrad Dantas, criador e fundador da KondZilla. Tudo começou com a produtora de videoclipes, KondZilla Filmes, destacando-se na produção audiovisual para artistas do funk, até se tornar no maior canal do Youtube no Brasil e da América Latina, o maior canal de Funk do mundo e o 4º maior canal de música do mundo. São mais de 63 milhões de inscritos no canal, mais de 34 bilhões de visualizações e mais de 1.600 videoclipes.

Hoje a KondZilla é uma companhia multiplataforma (canal KondZilla, produtora audiovisual, licenciamento, produtora fonográfica/gravadora, editora literomusical, agenciamento de publicidade, agenciamento showbusiness, portal KondZilla e agência), especializada  em produções musicais e audiovisuais  para o público jovem de favela. E em 2019, a KondZilla lançou a série Sintonia na Netflix, e foi a produção brasileira mais assistida da plataforma naquele ano, disponível em 190 países

Mais informações para imprensa:
Casé Comunica
www.casecomunica.com.br
Redes Sociais: @casecomunica
nadja@casecomunica.com.br
mariana@casecomunica.com.br
fabiana@casecomunica.com.br

Elenco de Sintonia celebra conclusão das gravações da 2ª temporada em vídeo inédito – confira!

Assista ao vídeo AQUI

Os fãs de Sintonia já podem se preparar para maratonar a segunda temporada da série ainda este ano. Em vídeo oficial lançado recentemente, Bruna Mascarenhas (Rita), Christian Malheiros (Nando) e Jottapê (Mc Doni) mostram cenas dos bastidores de uma das séries brasileiras de maior sucesso, que teve as gravações concluídas. A nova temporada vem com novidades, entre elas, a chegada de Mc Luzi, personagem vivida pela cantora e atriz Fanieh, para compor o elenco principal.

Com muita música, descobertas, conflitos e amizade, a trama segue acompanhando Doni, Rita e Nando, que, depois de lutarem para conquistar seu espaço, precisam subir até o topo para não voltarem ao ponto de partida. Mas será um desafio chegar tão longe sem esquecer de suas origens. Produzida pela Gullane, Sintonia baseia-se em uma ideia original de KondZilla e foi criada por KondZilla, Felipe Braga e Guilherme Quintella. A direção geral é de KondZilla e a direção dos episódios é de Johnny Araújo, Daniela Carvalho, Gabriel Zerra e Thiago Eva.

Sobre a Netflix:
A Netflix é o principal serviço de entretenimento por streaming do mundo. São 208 milhões de assinaturas pagas em mais de 190 países com acesso a séries, documentários e filmes de diversos gêneros e idiomas. Quem assina a Netflix pode assistir a quantos filmes e séries quiser, quando e onde quiser, em praticamente qualquer tela com conexão à internet. Assinantes podem assistir, pausar e voltar a assistir a um título sem comerciais e sem compromisso.

Sobre o KondZilla
KondZilla é Konrad Dantas, garoto de um bairro pobre de Guarujá (SP) que começou produzindo videoclipes de funk e se tornou a maior plataforma de comunicação com o jovem de favela no Brasil. Bem mais que um case de sucesso no YouTube – seu canal tem mais de 64 milhões de inscritos e mais de 34 bilhões de visualizações –, Kondzilla é uma empresa que completa 10 anos em 2021 mantendo conexões sólidas com os principais agentes da mídia dos nossos tempos como Facebook, Spotify e TikTok. Konrad estruturou uma operação em quatro frentes. A KondZilla Filmes cuida da concepção e realização de clipes e de produtos de ficção, entre eles a série Sintonia, série brasileira mais popular no País em 2019. Há ainda a KondZilla Records – co-fundada por Marcelo Portuga – que, além de agenciar os maiores artistas de funk do Brasil, como Kevinho, MC Kekel, Lexa, MC Fioti e Jottapê, também produz o KondZilla Festival e o Bloco do KondZilla. Já o licenciamento responde por produtos como capinha de celular, bonés e material escolar. E o Portal KondZilla abastece a favela de informação e diversão. Para Konrad, a missão é uma só: produzir conteúdos de qualidade e entregar a mensagem de maneira orgânica e emocionante.

Sobre a Gullane:
A Gullane é uma das maiores produtoras e incentivadoras do mercado audiovisual brasileiro, além de uma das principais exportadoras de obras independentes. Fundada em 1996 pelos irmãos Caio Gullane e Fabiano Gullane, já soma em seu catálogo mais de 50 filmes lançados com destaque no cinema nacional e no exterior e 30 séries para televisão e plataformas digitais. Entre os filmes e séries de destaque estão CarandiruBicho de Sete CabeçasO Ano em que Meus Pais Saíram de Férias; a franquia Até que a Sorte nos SepareQue Horas ela Volta?, Como Nossos PaisBingo – o Rei das Manhãs; as séries Alice e Hard (HBO), Unidade Básica – 1a e 2a temporada (Universal Canal), Carcereiros (Globoplay), Irmãos Freitas (Space e Amazon Prime), Ninguém Tá Olhando e Boca a Boca (Netflix). Já coleciona mais de 500 prêmios e seleções em importantes festivais de cinema e televisão do Brasil e do mundo como Mostra de Cinema, Festival do Rio, Cannes, Veneza, Berlim, Sundance, Toronto, MIPTV e Emmy.

Mais informações para imprensa:
Casé Comunica
www.casecomunica.com.br
Redes Sociais: @casecomunica
nadja@casecomunica.com.br
mariana@casecomunica.com.br
fabiana@casecomunica.com.br

KondZilla investe em podcast e lança o canal ParçasZilla

A KondZilla, holding de empresas da indústria audiovisual, lança seu primeiro podcast próprio, o ParçasZilla, acompanhando a tendência desta mídia em rápida crescente. O relatório State of the Podcast Universe, divulgado pela Voxnest, indica que o Brasil lidera o ranking de países onde a produção de podcasts mais cresceu desde o início de 2020. E, de acordo com pesquisa da Associação Brasileira de Podcasters (Pod PESQUISA 2020), a estimativa é que já são 34,6 milhões de brasileiros ouvintes de podcast, cerca de 8% da população.

O ParçasZilla tem como objetivo manter-se junto à audiência da KondZIlla e ampliar as histórias da vivência em quebrada, aproximando ainda a potência que a experiência dos convidados com o funk e a favela pode gerar. De acordo com Gabriela Bulhões, editora, “a KondZilla acompanha as tendências de estar onde o público está, então nada mais justo do que levar os debates da quebrada para o contexto do podcast também. É importante dar voz e ampliar o posicionamento da favela e do funk em mais plataformas”, afirma.

O primeiro episódio do podcast já está no ar, estreou em 27 de abril, apresentado por Wenderson França, jornalista, e Kaique Alves, diretor de videoclipes da KondZilla, com participação dos convidados André Vilão e Fraan Ferreira. A primeira temporada contará com quatro episódios, divulgados uma vez por semana, e os próximos convidados são: MC Ryan SP, NGKS e MC Nego Blue.

ParçasZilla é gravado de forma descontraída, entre uma e duas horas de duração, no próprio estúdio da KondZilla e está disponível no Youtube, Spotify e nas redes sociais da KondZilla.

Sobre a KondZilla

A KondZilla é uma holding de empresas, todas sob o comando de Konrad Dantas, criador e fundador da KondZilla. Tudo começou com a produtora de videoclipes, KondZilla Filmes, destacando-se na produção audiovisual para artistas do funk, até se tornar no maior canal do Youtube no Brasil e da América Latina, o maior canal de Funk do mundo e o 4º maior canal de música do mundo. São mais de 63 milhões de inscritos no canal, mais de 34 bilhões de visualizações e mais de 1.600 videoclipes.

Hoje a KondZilla é uma companhia multiplataforma (canal KondZilla, produtora audiovisual, licenciamento, produtora fonográfica/gravadora, editora literomusical, agenciamento de publicidade, agenciamento showbusiness, portal KondZilla e agência), especializada  em produções musicais e audiovisuais  para o público jovem de favela. E em 2019, a KondZilla lançou a série Sintonia na Netflix, e foi a produção brasileira mais assistida da plataforma naquele ano, disponível em 190 países

Mais informações para imprensa:
Casé Comunica
www.casecomunica.com.br
Redes Sociais: @casecomunica
nadja@casecomunica.com.br
mariana@casecomunica.com.br
fabiana@casecomunica.com.br