Qintess prevê tendências para a Black Friday

A Black Friday já é data institucionalizada no calendário do varejo brasileiro desde 2010. Assim como nos Estados Unidos, sempre acontece na sexta-feira seguinte ao Dia de Ação de Graças e, assim como lá, aqui também o varejo vem se preparando cada vez mais cedo para ter uma maior garantia de vendas com cada vez menos atritos. Com a imensa convergência para o digital que assistimos desde o início da pandemia, é imprescindível que haja um planejamento que evite perdas.

Para isso, a  Qintess, uma das dez maiores empresas brasileiras de tecnologia, criou pacotes de serviços que visam atender necessidades diversas nos mais diferentes ecossistemas de empresas de todos os portes, principalmente para aquelas que convergiram para o e-commerce recentemente, ou para aquelas que aumentaram suas capacidades, e que agora estão diante de desafios como melhorar a experiência de compra de seus clientes. Como forma de auxiliar essa jornada na semana mais importante do varejo, a Qintess criou um CheckList Definitivo da BlackFriday, gratuito, que pode ser acessado aqui: https://br.qintess.com/black-friday-qintess .

“Ao criarmos um CheckList, ressaltamos a importância da análise multivariada de dados, que é fundamental para uma estratégia efetiva da campanha de vendas, com conversões reais por meio do bom funcionamento do ecossistema digital na Black Friday 2021, levando em conta a infraestrutura de cada um”, explica André Gutierrez, Diretor Executivo da QADS – braço de Inteligência Artificial, Analytics & Decision Science da Qintess.

Para isso, a Qintess se apoia no uso da Inteligência Artificial. “A Inteligência Artificial é diretamente responsável pelo atendimento aos usuários que desejam algo personalizado e humanizado em suas jornadas”, aponta André.  Além disso, ele assinala que previsões mais assertivas através de big data analytics podem ajudar empresas a identificarem tendências utilizando a AI para administrar preços, estoque e logísticas de entrega.

O gerenciamento de aplicativos e sistemas é outro item que ajuda a verificar falhas nas etapas, acompanhando desde a homepage até o checkout, passando por todas as outras páginas do site, simulando a jornada que o cliente fará para realizar a compra e prevendo possíveis falhas no sistema. André lembra que a Black Friday não termina no sábado: “É preciso gerar relatórios de desempenho e o levantamento dos resultados e a eventual correção de erros. Por isso, a análise real de dados já será o ponto de partida para o sucesso da edição de 2022”.

Black Friday e o Varejo Brasileiro

A Black Friday já é um dos períodos mais lucrativos do varejo brasileiro. Em 2020, o número de vendas cresceu cerca de 24,7% em comparação ao ano anterior. E, segundo a E-commerce Brasil, as vendas pela internet aumentaram em 54,7% no primeiro trimestre deste ano se comparado ao mesmo período de 2019. A tendência, portanto, é que esse número seja ainda maior nesta edição.

Porém, o consumidor estará cada vez mais exigente em relação à sua experiência de compra, bem como segurança de seus dados e a navegação por sistemas ágeis que não apresentem lentidão na hora de fechar o pedido, por exemplo. Na Black Friday de 2020, sites com lentidão ou instabilidade custaram cerca de R$48,7 mi aos cofres das empresas, e com o número de carrinhos abandonados chegando até a 82,3% dos casos.

Sobre a Qintess
A Qintess combinou as expertises de estratégia, inovação, design e tecnologia para se tornar líder em transformação digital, desenvolvendo capacidades digitais, design inovador e capacitação de TI para suportar os clientes na jornada em direção a um crescimento sustentável do negócio. Com uma obsessão por inovação e agilidade na tomada de decisão, nossas pessoas aceleram a entrega de soluções para diversos desafios de negócio, gerando valor para nosso ecossistema de clientes e parceiros. Todas as nossas ações estão alinhadas com as melhores práticas de ESG, com uma genuína preocupação com as nossas pessoas e com as comunidades onde operamos.

A Qintess possui aproximadamente 3.200 funcionários e mais de 2.000 clientes, com operações no Brasil, Chile, Colômbia, Estados Unidos e EMEA. Entre seus principais clientes estão sete das dez principais instituições financeiras do mundo, oito das dez maiores empresas de serviços públicos do Brasil e duas das três maiores empresas de telecomunicações do país. Para saber mais, acesse: www.qintess.com

Mais informações
Casé Comunica – @casecomunica
Andréa M. Diniz – andrea@casecomunica.com.br
Fabiana Oliva – fabiana@casecomunica.com.br

AfroSaúde lança plataforma gratuita com profissionais de saúde negros

Pacientes de todo o Brasil que estão em busca de um profissional negro das diversas atuações em saúde já podem ter acesso à versão completa da plataforma AfroSaúde. A ferramenta gratuita para pacientes, lançada nesta segunda-feira (23), conta com funcionalidades como agendamento de consultas e/ou procedimentos para atendimento online ou presencial, receituário eletrônico, dentre outras funções. O aplicativo está disponível para aparelhos com sistema Android, ou na versão web, disponível no endereço www.afrosaude.com.br.

Fundada em 2019, a startup AfroSaúde busca desenvolver soluções tecnológicas em serviços de saúde para a comunidade negra. Pensando no problema do racismo estrutural, a empresa é uma healthtec de impacto social que busca dar visibilidade ao profissional de saúde negro e conectá-los a pacientes que buscam representatividade e atendimento mais qualificado em diversas atuações da área. A AfroSaúde integra o time de startups acelerada pela Vale do Dendê, que foram escolhidas no ano passado pelo Qintess Ignite Startups, programa de uma das mantenedoras da instituição.

De acordo com o sócio fundador e Chief Executive Officer (CEO), o dentista Arthur Lima, este é um marco na empresa, tendo em vista que a plataforma completa já estava sendo esperada por pacientes pré-cadastrados de todo o Brasil.

“Lançamos a primeira versão da plataforma, por onde os pacientes podiam encontrar os profissionais e resolver o principal problema notado na criação do negócio, que foi a falta de visibilidade dos profissionais de saúde negros no mercado e a dificuldade de os pacientes encontra-los. Agora, com o lançamento, essa conexão será mais completa, pois o paciente poderá agendar os atendimentos online ou presencial, além de ter na palma da sua mão profissionais das mais diversas atuações em saúde”, afirma.

Atualmente, a plataforma possui cerca de 900 profissionais cadastrados em todo o Brasil, que terão à sua disposição uma plataforma completa que funcionará como um consultório digital, disponibilizando a agenda e acesso a prontuário eletrônico, atendimento online/telemedicina (para as áreas liberadas), receituário com assinatura digital, pagamentos automatizados, dentre outras funcionalidades.

Crescimento

Após dois anos entendendo o mercado e desenvolvendo a solução, a AfroSaúde lança seu principal produto com foco em crescimento e, mesmo em fase inicial, a healthtec já chamou a atenção de gigantes da tecnologia, como a Google, pela qual recebeu um investimento por meio do programa Google for Startups, e Qintess, aceleradora da indústria de Tecnologia da Informação e um dos principais players em transformação de negócios da América Latina. Antes disso, a empresa já havia passado pelo processo de aceleração da Vale do Dendê, aceleradora sediada em Salvador que atua no ecossistema do Nordeste.

Para o sócio fundador e Chief Strategy Officer (CSO), o jornalista Igor Leo Rocha, o foco no crescimento da empresa vai de encontro com o momento em que o Brasil está vivendo, no qual as pessoas estão, ainda mais, buscando representatividade em todas as áreas, inclusive na saúde.

“Já temos profissionais cadastrados em todo o Brasil e esse alcance foi, até o momento, orgânico. A partir de agora, chegamos ao mercado com uma plataforma mais completa, o que nos dá ainda mais força para alcançar os profissionais de saúde negros que buscam ser visibilizados por um mercado que só os esconde e os pacientes que buscam representatividade nos atendimentos de Psicologia, Medicina, Odontologia, Fisioterapia, Nutrição e outras mais de 30 áreas cadastradas na ferramenta. A estratégia, agora, é escalar o negócio”, conta.

As informações completas sobre a AfroSaúde podem ser obtidas por meio do portal www.afrosaude.com.br, ou nas redes sociais.

Sobre a Vale do Dendê

A Vale do Dendê é uma organização social criada para fomentar ecossistemas de inovação e diversidade tendo como foco principal a cidade de Salvador, Bahia. A iniciativa teve início em novembro de 2016 com um workshop que reuniu representantes de diversas empresas e instituições da cidade. Em 2017, foi realizada a primeira edição da Ocupação Afro. Futurista e lançada a Aceleradora Vale do Dendê em 2018 iniciou um programa de aceleração que já apoiou 120 empresas diretamente. Além disso, a organização mantém um hub físico na Estação Nova Lapa onde passam 500 mil pessoas por dia.

Mais informações sobre Vale do Dendê e Qintess:
Casé Comunica – @casecomunica
Andréa M. Diniz – andrea@casecomunica.com.br
Fabiana Oliva – fabiana@casecomunica.com.br